Enhanced People

Eu e o desenvolvimento de software

Posted on: 9 janeiro 2009

Sou desenvolvedor de software? Já fui e sempre serei mas não sou.

Explicando melhor: todos nós escrevemos, sabemos como pegar uma caneta e expressar idéias no papel, mas nem por isso precisamos trabalhar como escritores e não é por isso que deixaremos de escrever. Escrevemos porque é necessário e isso nos ajuda em diversas situações cotidianas.

É exatamente isso que faço com software. Sei desenvolver software mas já não sou desenvolvedor, apenas crio softwares para resolver problemas que podem ser resolvidos com softwares. Naturalmente podemos não escrever tão bem como escreve um bom escritor, do mesmo modo que já não desenvolvo softwares como desenvolveria se fosse exclusivamente um profissional de software, pois meu foco hoje é outro e já não vivo isso no meu dia-a-dia, ou seja, me atualizo, pesquiso e aprendo sobre linguagens e ambientes novos para saber o que posso usar em situações distintas, pesquiso sobre Design Patterns para saber como criar melhores softwares, mas não tenho a vivência diária necessária para conhecer e resolver todos os problemas da melhor forma possível, preciso pesquisar e testar um pouco mais, mas faço o que ter que ser feito, geralmente alcançando ótimos resultados para quem precisa do software.

Na verdade meu foco deixou de ser “criar sistemas” e passou a ser “criar soluções”. E soluções nem sempre dependem de software, muitas vezes dependem de mudança de cultura, de inovação na gestão, de definição de metas, de execução eficaz de planejamentos, de gerenciamento de projetos, de análise profunda, de resolução de conflitos, de negociação, de atenção às pessoas, de busca de causas, entre outras coisas. Algumas vezes um software facilita, mas ele é só uma ferramenta, parte de um sistema complexo que é a nossa vida pessoal e corporativa. Assim, crio o software necessário, que me ajuda e ajuda outras pessoas, simples e prático, objetivo e suficiente, assim como escrevo uma mensagem ou uma carta quando necessário.

O que conheci e usei nos últimos anos (desde 1986):
-Basic (Basic mesmo, nem Turbo, nem Visual nem nada, Basic, básico);
-Assembler, do Z80;
-dBase;
-Clipper, muito Clipper;
-Delphi;
-VB/VBA/VB.Net;
-C#.
E o que venho aprendendo:
-Ruby on Rails (fantástico!);
-Flex (Rich Internet Applications, esse é o caminho!).

Não deixe de visitar: www.dicasefatos.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Visitantes

Categorias

Blog Stats

  • 20,206 hits

RSS ePeople

Do Dicas e Fatos

Dicas e Fatos - Meu dinheiro Dicas e Fatos - Meu computador

AlessandroGon

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

%d blogueiros gostam disto: