Enhanced People

Livros, dinheiro e livros

Posted on: 1 fevereiro 2012

De vez em quando alguém me pergunta como consigo ler  tanto…

Primeiro: não leio tanto, ou pelo menos leio muito menos do que gostaria. Da minha pilha de livros a serem lidos, há pelo menos 5 que seriam ‘pra ontem’, que são obrigatórios, o que faz com que eu sinta que estou perdendo algo a cada dia que vejo que estão ali e ainda não sei tudo que eles contêm. Os dias passam e simplesmente não termino, se conseguisse ler o que gostaria, pelo menos estes seriam terminados rapidamente. 

Segundo: não vejo TV em casa, ou vejo em apenas raríssimas ocasiões. Não gosto muito e acho que ganho muito mais lendo. Não sou totalmente contra a TV, mas sou totalmente contra não ler, e se é pra escolher, tá escolhido. É fantástico o conhecimento que conseguimos num livro que custou apenas alguns reais. É a oportunidade de se aprender em 20 horas o que o autor demorou 20 anos, gastando 20 reais. Não sou maluco por livros, sou maluco por conhecimento, tanto que em algumas ocasiões prefiro podcasts e áudio livros, e se houvesse na TV programas que trouxessem o mesmo conhecimento, provavelmente eu também ficaria no sofá vendo aquilo…

Agora, falando em ser contra ou a favor, e misturando os assuntos, afinal faz tempo que não escrevo por aqui, outro dia estava pensando sobre como vejo o gasto com supérfluos. Não gasto dinheiro à toa, gosto de algumas coisas caras mas sei a hora certa de gastar. Geralmente até gasto bastante com cursos, treinamentos, seminários (e livros!), até porque não acho que isso seja um gasto, mas enfim, cada um pensa como quiser.

Isso não quer dizer que eu seja totalmente contra gastar com supérfluos. Por exemplo, gosto demais de carros e motos, mas nem por isso desperdiço dinheiro com essas coisas. Estou sem moto há 3 anos, meu carro tem 11 anos e simplesmente não acho que devo trocá-lo, pelo contrário. Não vejo problema algum em gastar bastante grana numa coisa que você gosta, mas faça com que seu dinheiro gere mais dinheiro e então use esse ‘dinheiro gerado’ pra comprar o que você quer. O problema é quando se pega boa parte do dinheiro do salário, do rendimento mensal, e se enfia num carro caro que você quer mas não precisa, quando se assume uma prestação, pagando juros, de algo comprado só pra satisfazer um desejo que não era uma necessidade real. Agora, se você conseguiu gerar dinheiro usando de maneira inteligente o que ganha mensalmente, compre o que quiser se for pra trazer felicidade.

Com isso, cada um precisa encontrar o seu caminho, e o primeiro passo é garantir o investimento mensal, tirando a primeira parte, logo ao receber, pra ‘pagar’ pra você mesmo. Não adianta dizer que não sobra, se esforce pra ganhar mais ou se esforce pra gastar menos, não tem outro caminho. Sobra mas não sabe o que fazer? Aprenda, cuide bem da sua própria vida, afinal é nela que você estará vivendo daqui há alguns anos. Não tem a mínima ideia de como fazer nada disso? Ah, isso aprendo nos livros que leio em vez de ver TV.

Anúncios

2 Respostas to "Livros, dinheiro e livros"

É amigo, ler é ótimo, mas continuo vendo tv e amando tbém, concordo muito com o q vc disse sobre o dinheiro, aliás, tento aplicar isso na minha vida tds os dias, mesmo sendo mulher e amando sapatos (rsrsrs). E o q vc faz com os livros q vc já leu? Devem ser centenas, vc tem uma biblioteca em casa? Vc doa? Vc troca?

Oi amiga, passando menos do que deveria pelo blog.
Tem coisa legal na TV sim, eu é que não tenho paciência para procurar.
Sobre os livros que já li, preciso aprender a me desapegar, teriam mais utilidade espalhados por aí, dou alguns mas fico com a maioria e alguns realmente consulto ou leio trechos outras vezes, mas algo parecido com a ideia do chará Alessandro Martins, que criou a Biblioteca Pote de Mel, me agrada muito, preciso fazer.

Biblioteca Pote de Mel – Funcionamento
1. Leve este livro para onde quiser durante o tempo necessário;
2. Cuide dele. Depois de ler, devolva;
3. Este livro não deve pertencer a ninguém;
4. Se ele estiver em prateleira particular, leve-o, leia-o, passe-o adiante ou devolva à Biblioteca Pote de Mel;
5. Se quiser, doe um livro para a Biblioteca Pote de Mel.

http://bibliopote.com/
http://livroseafins.com/biblioteca-pote-de-mel-pegue-um-livro-devolva-quando-quiser/

“Um livro fechado está adormecido. Se um livro acorda, uma pessoa acorda.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Visitantes

Categorias

Blog Stats

  • 20,180 hits

RSS ePeople

Do Dicas e Fatos

Dicas e Fatos - Meu dinheiro Dicas e Fatos - Meu computador

AlessandroGon

%d blogueiros gostam disto: