Enhanced People

Archive for the ‘Educação Financeira’ Category

De vez em quando alguém me pergunta como consigo ler  tanto…

Primeiro: não leio tanto, ou pelo menos leio muito menos do que gostaria. Da minha pilha de livros a serem lidos, há pelo menos 5 que seriam ‘pra ontem’, que são obrigatórios, o que faz com que eu sinta que estou perdendo algo a cada dia que vejo que estão ali e ainda não sei tudo que eles contêm. Os dias passam e simplesmente não termino, se conseguisse ler o que gostaria, pelo menos estes seriam terminados rapidamente. 

Segundo: não vejo TV em casa, ou vejo em apenas raríssimas ocasiões. Não gosto muito e acho que ganho muito mais lendo. Não sou totalmente contra a TV, mas sou totalmente contra não ler, e se é pra escolher, tá escolhido. É fantástico o conhecimento que conseguimos num livro que custou apenas alguns reais. É a oportunidade de se aprender em 20 horas o que o autor demorou 20 anos, gastando 20 reais. Não sou maluco por livros, sou maluco por conhecimento, tanto que em algumas ocasiões prefiro podcasts e áudio livros, e se houvesse na TV programas que trouxessem o mesmo conhecimento, provavelmente eu também ficaria no sofá vendo aquilo…

Agora, falando em ser contra ou a favor, e misturando os assuntos, afinal faz tempo que não escrevo por aqui, outro dia estava pensando sobre como vejo o gasto com supérfluos. Não gasto dinheiro à toa, gosto de algumas coisas caras mas sei a hora certa de gastar. Geralmente até gasto bastante com cursos, treinamentos, seminários (e livros!), até porque não acho que isso seja um gasto, mas enfim, cada um pensa como quiser.

Isso não quer dizer que eu seja totalmente contra gastar com supérfluos. Por exemplo, gosto demais de carros e motos, mas nem por isso desperdiço dinheiro com essas coisas. Estou sem moto há 3 anos, meu carro tem 11 anos e simplesmente não acho que devo trocá-lo, pelo contrário. Não vejo problema algum em gastar bastante grana numa coisa que você gosta, mas faça com que seu dinheiro gere mais dinheiro e então use esse ‘dinheiro gerado’ pra comprar o que você quer. O problema é quando se pega boa parte do dinheiro do salário, do rendimento mensal, e se enfia num carro caro que você quer mas não precisa, quando se assume uma prestação, pagando juros, de algo comprado só pra satisfazer um desejo que não era uma necessidade real. Agora, se você conseguiu gerar dinheiro usando de maneira inteligente o que ganha mensalmente, compre o que quiser se for pra trazer felicidade.

Com isso, cada um precisa encontrar o seu caminho, e o primeiro passo é garantir o investimento mensal, tirando a primeira parte, logo ao receber, pra ‘pagar’ pra você mesmo. Não adianta dizer que não sobra, se esforce pra ganhar mais ou se esforce pra gastar menos, não tem outro caminho. Sobra mas não sabe o que fazer? Aprenda, cuide bem da sua própria vida, afinal é nela que você estará vivendo daqui há alguns anos. Não tem a mínima ideia de como fazer nada disso? Ah, isso aprendo nos livros que leio em vez de ver TV.

Anúncios

Sempre tento mostrar para as pessoas alguma coisa nova sobre o mercado financeiro, geralmente com o objetivo de influenciá-las a mudar os hábitos em relação ao dinheiro. Para o investidor conservador, há o Tesouro Direto, ótima opção pela rentabilidade e segurança proporcionada em relação aos fundos tradicionais. Para quem aceita certo risco e já investe em ações, indico que aprenda sobre venda coberta de opções, de forma a reduzir riscos em períodos em que não há alta, usando o resultado positivo para compra de mais papel e aumentando assim a quantidade de ações ao longo dos anos.

O estranho é que geralmente ouço a mesma coisa tanto do conservador como do arrojado: mas isso é arriscado demais. Para o primeiro repito, Tesouro Direto é normalmente o investimento mais seguro que existe, então é duro ouvir isso de gente que investe em CDB, por exemplo. Não estou dizendo que CDB é arriscado pois não é, desde que o investimento ocorra em uma instituição realmente sólida, mas não dá é pra não querer nem conhecer o Tesouro Direto com o argumento do alto risco, inexistente.

Do outro grupo ouço a mesma coisa: “opção não, é arriscado demais”. Realmente é, se não souber exatamente o que está fazendo, então se não tiver muito conhecimento sobre isso fique longe. Agora, depois de estudar o assunto, verá que elas podem justamente reduzir o risco, basta saber usá-las. Felizmente nos últimos meses já temos bons livros sobre o assunto no Brasil, principalmente o Investindo em Opções do Bastter (Maurício Hissa), que ainda lançou outro livro, ótimo para quem está começando no mercado, chamado Sobreviva na Bolsa de Valores, além de ter traduzido o Fique Rico Operando Opções, indicado para quem já opera no mercado.

Enfim, arriscado é perder tempo, pois dinheiro se ganha e se perde, mas o tempo não volta. Invista no seu conhecimento, mude seus hábitos e saiba o que fazer com o dinheiro, afinal, como diz Robert Kiyosaki, “Investir não é arriscado. Arriscado é não ser instruído.”

http://www.risktech.com.br/
Bom para obter informações detalhadas sobre cada papel.

http://www.leandrostormer.com.br/
Além de fórum, chats, artigos e outras informações, contém boa e simples base para o Metastock. Focado em ações (análise técnica).

http://www.bastter.com/br/
Ótimo para quem opera opções. Bom fórum e muita informação útil. Do autor do melhor livro sobre opções do Brasil, até o momento.

http://www.traderslibrary.com/
Bom para comprar livros sobre investimentos (em inglês).

http://www.investminer.com.br
Esse conheci agora. Ainda vou analisar. Parece interessante.

http://www.comoinvestir.com.br
Site criado pela ANBID com informações valiosas. A opção “Escolha seu fundo” é bastante útil. É possível comparar vários fundos de vários bancos, com informações melhores que as dos próprios bancos.

http://www.acaoereacao.net/
Aqui esqueça análise gráfica. Expoente da abordagem de investimento chamada “Value Investing”.

http://www.cjb.com.br/
Análises diversas sobre ações e opções.

Este artigo será atualizado constantemente.
Última atualização: 18/08/08.

Um dos bons escritores brasileiros sobre finanças pessoais é o Mauro Halfeld. São livros como “Investimentos: Como Administrar Melhor Seu Dinheiro“, “Seu Imóvel: Como Comprar Bem” e “Seu Dinheiro“. Já li todos e são ótimos, principalmente o primeiro. É um livro cheio de gráficos e boas ilustrações, de leitura fácil e agradável, com informações essenciais a qualquer um, a não ser que dinheiro não te interesse. Mas se mesmo assim você não quiser ler o livro, ouça-o na CBN (AM e FM em São Paulo e Rio de Janeiro e FM em Belo Horizonte e Brasília), de segunda a sexta, às 8h02min. E se não estiver em uma destas cidades ou se quiser ouvi-lo em outro horário, ouça pelo site da rádio.

Aproveite e ouça outros bons comentaristas sobre outros assuntos, como o Max Gehringer, que tem dicas ótimas sobre carreira.

Entre 26 e 29 de setembro ocorrerá em São Paulo mais uma Expo Money, no Shopping Frei Caneca.

Vale a pena visitar. São muitas palestras gratuitas sobre o mercado financeiro. Realmente são interessantes e há palestras para todos os níveis de pessoas, envolvendo estratégias de investimentos, finanças pessoais, aspectos comportamentais, etc.

A não ser que você não goste de dinheiro e nem precise dele pra nada, é imprescindível que saiba algumas coisas sobre ele. Não é o gerente do banco e nem o seu corretor que devem tomar decisões por você. Não que eles não saibam (mas muitas vezes não sabem mesmo!) mas é que eles são pagos para ganhar dinheiro para o banco e não para você.  

Se está em São Paulo não deixe de comparecer à Expomoney. Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Porto Alegre ainda receberão o evento neste ano.

E se você se interessar por isso, saiba que já há muitos bons livros no Brasil sobre o assunto. Livros bons e fáceis de ler, inclusive. Não perca tempo, tempo é mais importante que o próprio dinheiro, até pra ganhar dinheiro!

Não deixe de cuidar das suas finanças, mas não se esqueça do corpo, da mente e da alma.

Muito interessante assistir a entrevista do Donald Trump junto com o Robert Kiyosaki no Larry King Live. Sobre o empresário americano Donald Trump todo mundo já ouviu falar, mas quem não conhece o Robert Kiyosaki não perca mais tempo e leia “Pai Rico, Pai Pobre”, seu mais famoso livro.

Donald Trump também já escreveu alguns livros e agora os dois acabaram de escrever juntos o “Why We Want You to be Rich” (http://www.whywewantyoutoberich.com/). Parece interessante.

Mas voltando um pouco ao “Pai Rico, Pai Pobre”: esse é imprescindível, imperdível e capaz de mudar o futuro de qualquer um. Alguns lêem esperando receitas prontas para o sucesso, e esses algumas vezes criticam o livro, mas realmente não é esse o propósito, o que já é dito logo no início. A intenção é a de demonstrar uma nova forma de pensar sobre o dinheiro, algo que infelizmente não é ensinado na escola. Parar de trabalhar pelo dinheiro e fazer com que o dinheiro trabalhe para você é uma das mensagens que Kiyosaki tenta passar pela sua série de livros.


Visitantes

Categorias

Blog Stats

  • 20,236 hits

RSS ePeople

Do Dicas e Fatos

Dicas e Fatos - Meu dinheiro Dicas e Fatos - Meu computador

AlessandroGon

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

%d blogueiros gostam disto: