Enhanced People

Posts Tagged ‘futebol

Ando afastado do meu blog. Muito afastado na verdade. Pra quem não sabe assumi a gerência do SAGED no final de março. SAGED que dizer Santo André Gestão Empresarial Desportiva Ltda e é a empresa que administra o futebol do Santo André. É uma empresa mesmo, independente do clube. Fico em um Centro Empresarial, em um prédio comercial, em uma estrutura não muito convencional para um clube de futebol. Algo legal, interessante, promissor.

Ando afastado porque tenho muita coisa pra fazer por lá. Quem me conhece sabe que não me contento com qualquer coisa, mas também não sou super-herói e não posso fazer tudo que quero de uma só vez. Quero fazer o melhor, só isso. Implantar controles e organizar a administração, o financeiro, o jurídico, o setor de registros, de RH, a contabilidade, o setor de arrecadação, além do próprio futebol, dando melhores condições de trabalho e criando ferramentas para a comissão técnica, preparação física, fisiologia, fisioterapia, rouparia, etc. Além disso preciso organizar o jogo, o evento em si, e estreitar o relacionamento com investidores, patrocinadores e torcedores.

Enquanto isso pretendo criar novas fontes de receita, estruturar o departamento de marketing, melhorar as condições para as categorias de base, trabalhar para aumentar a satisfação dos atletas, funcionários e investidores, além da própria direção, trabalhando principalmente em melhorias na comunicação, após garantir a melhoria dos processos internos.

Dá pra perceber que tem bastante coisa pra ser feita… e tem mesmo, mais do que parece. Isso me toma muito tempo, normalmente mais de 15 horas por dia, sem contar o deslocamento de casa até lá, uns 50 minutos (já cheguei a ficar lá mais de 18 horas num dia, ininterruptas, mais de uma vez!). Melhoro isso assim que conseguir mudar lá pra perto e organizar umas coisinhas básicas. Aí segue o trabalho normal.

Neste período o Dicas e Fatos também está quase parado. Não ando nem passando por lá, a não ser pra responder alguns comentários de vez em quando. O que faço ocasionalmente é mandar algo pro Twitter (http://twitter.com/alessandrogon), já que pra lá consigo escrever do celular ou da tela do meu note, mesmo sem abrir o nagevador, algo prático e rápido.

O único site que mexi nos últimos dias foi criado especificamente para uso pela minha equipe e ainda está em processo inicial de desenvolvimento. É uma espécie de portal corporativo que está surgindo por lá. Tomara que funcione bem.

Ah, pra não esquecer: estou estudando novamente. Então acabei com meu tempo disponível mesmo…

Bom, no fim, todos nós temos todo o tempo do mundo. Aproveite bem o seu.

Em breve espero voltar mais pra cá. Estou longe do blog mas estarei sempre por perto. Me procurem sempre que precisarem. Abraços!

Anúncios
Tags: ,

Publicado na  revista Exame, edição 929: “Se existe algo que define a cultura do fundo GP Investimentos, certamente é a sua obsessão por resultados. Nada menos que 70% da remuneração de seus executivos é paga na forma de bônus atrelados ao desempenho individual – e a pressão que vem daí transformou a GP e as empresas do grupo no que se convencionou chamar de ‘máquina de moer gente’. Ou seja, quem vai bem ganha muito dinheiro e cresce. Quem vai mal ganha pouco (num primeiro momento) e fica pelo caminho (o destino derradeiro).”

Realmente, não dá pra não querer trabalhar nesta empresa… mas continuo firme com meus objetivos, no outro extremo, em que falta gestão, o futebol, justamente buscando formas de levar os clubes que controlam o esporte mais popular do país a caminhos melhores, a adotar boas práticas de gestão, a saber o que é meritocracia e algumas coisinhas mais.

Além do desenvolvimento do novo software de gestão de futebol, atualmente estudo os critérios da Fundação Nacional de Qualidade e os do Prêmio Paulista de Qualidade da Gestão e busco formas de fazer com que os dirigentes desejem realmente adotar boas práticas.

Não será nada fácil, mas pra quem se dispõe a entrar na “máquina de moer gente”, parece que tenho duas penelas com água fervendo na minha frente e só preciso escolhar em qual entrar.

Uma coisa é certa, em qualquer uma delas o resultado será gratificante. Pronto para pular!

Não deixe de visitar meu novo site: www.dicasefatos.com.br

Ao mesmo tempo que estou sempre analisando novos caminhos na minha dedicada luta para aumentar minha “sorte”, vejo que caminhos já trilhados merecem bastante atenção. Quando olho para o futebol brasileiro, vejo ainda uma realidade bastante distante da que vislumbro para o setor. Não falo do que ocorre nas partidas, pois, considerando o meu limitado conhecimento técnico e tático de um jogo de futebol, prefiro não opinar sobre o que ocorre dentro de campo, mas falo da gestão das equipes, indiscutivelmente bastante atrasadas quando se comparam as metodologias adotadas e se verificam as boas práticas de gestão utilizadas pelas boas empresas.

Como já ouvi diversas vezes que “no futebol é diferente”, como sei que ainda ouvirei isso, e como conheço profundamente como funciona um dos maiores clube do futebol brasileiro e pude ainda conhecer alguns outros do país, reafirmo o que já disse em um dos meus artigos da Cidade do Futebol, sim, futebol é diferente, tão diferente quanto uma fábrica de sabonetes é de um banco, e conheço fábricas de sabonetes com ótimos processos e ótimos resultados e bancos de extremo sucesso, ambos com suas particularidades mas buscando soluções que não podem seguir outro caminho a não ser a busca constante pela excelência em gestão.

Enfim, apesar de olhar com atenção o que ocorre no mundo, constantemente analisando diversos segmentos do mercado, sinto que poderia estar sendo até mesmo um pouco egoísta se, pelo bom relacionamento conquistado no meio, baseado em bons resultados, deixasse de buscar soluções para o futebol brasileiro, e continuo lutando para levar o mínimo do que se faz nas empresas de sucesso para o esporte, a ponto de buscar atualmente alternativas viáveis para que clubes menores se estruturem, ao mesmo tempo em que novas soluções para os grandes continuam em estudo e desenvolvimento, afinal são grandes apenas no tamanho e no faturamento (mal utilizado), pois, com raras excessões, são tão desestruturados quanto os pequenos.

Não podemos, no entanto, desperdiçar tempo com clubes que não querem efetivamente melhorar, em que haja falta de seriedade, falta de vontade e excesso de política. Felizmente há um outro lado, de dirigentes que buscam gestores sérios e competentes e que desejam o sucesso das suas equipes, acima de interesses pessoais, e esses merecem atenção pois são as boas decisões de hoje que definirão o lugar em que estará o futebol brasileiro nos próximos anos.

Não deixe de visitar meu novo site: www.dicasefatos.com.br


Visitantes

Categorias

Blog Stats

  • 20,236 hits

RSS ePeople

Do Dicas e Fatos

Dicas e Fatos - Meu dinheiro Dicas e Fatos - Meu computador

AlessandroGon

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

%d blogueiros gostam disto: